Camilly Victória
Página inicial > Pop > C > Camilly Victória

ESTAÇÕES

Músicas que unem letra, ritmo e misturam a essência de vida de uma jovem que tem o gueto em suas raízes. Em dezembro de 2020, o mundo conheceu o lado profissional de Camilly Victória: de 19 anos, brasileira e cantora. A cantora brasileira inicia sua carreira mundial com um projeto que supera as expectativas tradicionais: Camilly tem como objetivo revolucionar o mercado fonográfico com sua música, criando canções que representem o cotidiano em letras simples, românticas e envolventes. Com uma voz doce, mas marcante, Camilly provavelmente irá encantar os amantes do R&B com o lançamento de seu primeiro single, "On the Low".
Composta pela própria Camilly , a música foi feita para amantes da música de todos os gostos, enquanto contava uma história de romance e sensualidade. "'On the Low' é uma música sobre os estágios iniciais de um relacionamento. Sabe quando as pessoas começaram a sair e ainda estão testando as águas, certificando-se de que não estão apenas perdendo tempo? Hoje em dia é difícil encontrar pessoas que buscam algo sério, então 'On the Low' fala sobre duas pessoas que não querem que ninguém saiba sobre seu relacionamento até que saibam o que querem dela " , explica.
Orientada para os detalhes e sábia para sua idade, Camilly vem planejando o lançamento do single há anos. A canção foi escrita quando ela tinha acabado de entrar em um programa de produção musical em uma faculdade americana e mostra perfeitamente seu talento como compositora. "Na verdade, passo a maior parte do tempo compondo. Eu escrevo o tempo todo, a qualquer hora. Às vezes, acordo às 3 da manhã com uma coisa nova em mente e imediatamente pego meu telefone e anoto para que possa lembrar para mais tarde " , diz ela.
O hit vem com um videoclipe oficial dirigido por Michell Moraes e produzido pela Mwm Creations. Transmite lindas filmagens feitas na cidade de Orlando, na Flórida, onde Camilly mora há 4 anos. A cinematografia despretensiosa dá ao vídeo uma sensação de vida real, que só é intensificada pelas cenas cativantes filmadas entre Camilly e ela contracenadas como o seu namorado, Red Rum, que, na ocasião, participa também da música. "O Red Rum também faz música há um tempo. A gente começou a conversar por causa de música, inclusive. Ele me mandou uma música dele, a gente começou a falar sobre ela e sobre música em geral, depois de um tempo eu mostrei 'On The Low' pra ele e falei que eu queria uma participação dele nela. Ele aceitou, fez os versos e hoje divide a música comigo".
Quando o assunto é o estilo musical, ela não esconde a sua determinação e preferência. Mesmo se considerando eclética dentro dos estilos musicais que escuta, Camilly ouviu a verdade do seu coração ao escolher o gênero que iria gravar. "Eu ouço de tudo. Por ser brasileira tenho a chance de conhecer ritmos diversos. O Brasil é um país musicalmente lindo, de muitas possibilidades e vertentes musicais. Mas, desde pequena, eu sempre tive uma paixão por R&B que até hoje é muito forte. Então quando eu comecei a escrever e criar melodias na minha cabeça, o R&B tinha uma influência muito grande em mim, no meu estilo e naquilo que eu gostaria de apresentar para o público", explica ela que é filha do cantor Xanddy do Harmonia do Samba com a apresentadora Carla Perez.
Por falar em família, a relação de seus pais com a música foi um ponto forte para que Camilly se encontrasse no cenário artístico e escolhesse esse caminho como projeto de vida. "A minha vertente musical foi escolhida por aptidão, por afinidade e gosto musical. Mas considero que a minha carreira é um reflexo e até mesmo extensão da carreira de meus pais, pessoas que vieram de baixo e venceram na vida através do mundo artístico. Eu me sinto uma extensão da luta e vitória deles. Por isso eu entendo que minha música e carreira tem essa verdade da história de quem vem de baixo e que vence. A maioria dos artistas que são referência para mim tem histórias de luta e conquistas similares. E eu sinto orgulho de poder dizer que minha arte e meu dom é uma extensão disso, de toda a história sofrida de artistas baianos, brasileiros. Assim como meu pai e minha mãe, quero muito com a minha música ser uma voz que representa tudo isso".
Grandes nomes mundiais da música, inspiram Camilly. Artistas americanos como Kehlani, Ariana Grande, Beyonce e Brandy são as referências da cantora que reside nos Eua. Isso explica a escolha do primeiro projeto está sendo em inglês. "Ir para estúdios, shows e ter uma família tão musical influenciou muito na minha vida e também para eu ingressar na carreira artística, mas em relação ao inglês foi algo muito espontâneo. Como minhas maiores referências na música são artistas que cantam em inglês, desde criança, então foi algo muito natural, e aconteceu", afirma.
No Brasil, o cantor Péricles tem a sua admiração pelo timbre da voz e letras das músicas: "Meu pai sempre ouviu muito as músicas do Péricles com a gente dentro de casa, então com o tempo eu comecei a me encantar pela voz dele e também pelas letras. Ele é diferenciado, sonho um dia em gravar com ele", considera.
On The Low faz parte de um projeto que terá entre seis ou sete músicas e, essa sequência do projeto, conta uma história. O objetivo do projeto de Camilly é que, através das canções, as pessoas vivam experiências, se emocionem, reflitam e sintam-se abraçadas de alguma forma. "Música é isso. É conexão, é sensação e história", enfatiza ela. Disponível em todas as plataformas streamings, a música e o clipe podem ser conferidos no canal oficial do Youtube.

Redes sociais