Página inicial > Forró > C > Caju & Castanha > O Ladrão Pobre e o Ladrão Rico

O Ladrão Pobre e o Ladrão Rico

Caju & Castanha


Ladrão rico vive muito porque sabe planejar
Ladrão pobre morre logo porque não sabe roubar

Ladrão rico é um daquele que anda engravatado
Que chega dentro do banco dizendo que é deputado
Mas quando pensa que não o banco está assaltado
Ladrão pobre é um coitado não sabe nem assaltar
Chega na frente do banco na hora de abordar
Termina saindo preso pelas mãos da militar

Ladrão rico faz assalto vai pra casa se deitar
No canto que ele mora ninguém não pode chegar
Porque lá tem segurança e ninguém vai poder entrar
Ladrão pobre é um azar rouba pensando em mulher
Toma o salário de um pobre vai beber num cabaré
No outro dia tá morto de soco e pontapé

Ladrão rico aonde chega ele é considerado
Tem um que chama doutor outro chama advogado
E dá o melhor lugar pra ele ficar sentado
Ladrão pobre é azarado qualquer canto que chegar
O povo fica olhando começa a desconfiar
Dizendo chama a polícia essa peste quer roubar

Ladrão rico compra roupa de cem duzentos reais
Apresenta um cartão falso engana moça e rapaz
Que até no meio do mundo e ninguém não lhe pega mais
Ladrão pobre é sem cartaz sem futuro e sem valor
Foi roubar uma cueca mas na hora vacilou
Levou um cassete triste na feira do camelô

Ladrão rico rouba carro só que é daquele importado
Que tem marcha automática com ar condicionado
Que é pra não se ficar novo e nem se vê aperreado
Ladrão pobre é desprezado pela família tobinha
Roubou uma bicicleta para dar uma voltinha
No fim amanheceu morto na favela da rocinha

Ladrão rico tem moral de falar com o delegado
Com duas conversa ou três ele já tá liberado
Pra fazer o que quiser e andar pra qualquer estado
Ladrão pobre é assustado não sabe nem conversar
Quando vê o delegado fica logo a gaguejar
Recebe voz de prisão pra nunca mais se soltar

Ladrão rico faz amor só quer mulher bem novinha
Paga pra fazer exame fez exame lá na tobinha
E para ter relação precisa ter camisinha
Ladrão pobre é um mortinha disso não quer nem saber
Com camisa ou sem camisa ele só pensa em prazer
Pega uma doença braba e vai sofrendo até morrer

O filho do ladrão rico quando acaba de nascer
O pai vai lhe visitar e começa a dizer
Meu filho cresça ligeiro pra eu roubar com você
O filho do ladrão pobre pra nascer já dá azar
Começa dando trabalho o doutor começa a falar
Dizendo esse não presta dê injeção pra matar

Ladrão rico quer falar com a família que tem
Liga pro pai e pra mãe e pros amigos também
Liga de um celular que nem a conta não vem
Ladrão pobre quer ligar pra seu pai de criação
Quando põe a mão no bolso não acha nenhum tostão
Por isso chega a ligar a cobrar do orelhão

O filho do ladrão rico tem lazer tem paladar
Cama fofa pra dormir carro novo pra andar
E tudo quando precisa o seu pai pode lhe dar
Ladrão pobre é um azar com tudo se aperreia
Tem uma filha somente além de ser pobre e feia
Começa a feder maconha vai direto pra cadeia

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Caju & Castanha no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS