Perdeu

Caetano Veloso

Zii e Zie


Pariu, cuspiu
Expeliu
Um deus, um bicho
Um homem

Brotou alguém
Algum ninguém
O quê?
A quem?

Surgiu, fagio
Sumiu, escapuliu
No som, no sonho
No sono

São cem
Dão mil
São cem mil
Um milhão
Do mal, do bem
Lá vem um

Olhos vazios
De mata escura
E mar azul
Ai, dói no peito
A traição assim
Vai na alvorada, manhã
Sai do mamilo marrom
O leite doce, sal
Tchau, mamãe
Valeu

Cresceu, vingou
Permaneceu, aprendeu
Nas bordas da favela

Mandou, julgou
Condenou, salvou
Executou, soltou
Prendeu

Colheu, esticou
Encolheu, matou
Furou, fudeu
Até ficar sem gosto

Ganhou, reganhou
Bateu, levou
Mamãe, perdeu, perdeu

Céu
Mar e mata
Mortos da luz desse olhar
Antes assim do que viver
Pequeno e bom
Não diz isso não
Diz isso não
A conta é outra
Têm que dar, têm que dar
Foi mal, papai
Anoiteceu

Brilhou, riscou
Brochou, olhou (?)
Ardeu, resplandeceu
A nave da cidade

O sol se pôs
Opôs
Nasceu
E nada aconteceu
O sol se pôs
Depois nasceu
E nada aconteceu

(3x):
O sol se pôs
Depois nasceu
E nada aconteceu

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Caetano Veloso no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS