Va' Pensiero (tradução)

C.o.r.o


Voa, pensamento


Voa, pensamento, com tuas asas douradas

Voa, pousa-te nas encostas e no topo das colinas

Onde perfumam mornas e macias

As brisas doces do solo natal!


Cumprimenta as margens do rio jordão

As torres derrubadas de jerusalém

Oh minha pátria tão bela e perdida!

Oh lembrança tão cara e fatal!


Harpa dourada dos grandes poetas

Porque agora estas muda?

Reacendas as memórias no nosso peito

Fale-nos do bom tempo que foi!


Como sòlima fez com o destino

Traduz em musica o nosso sofrimento

Deixa-te inspirar pelo senhor

Porque nossa dor se torne virtude!

Va' Pensiero


Va', pensiero, sull'ali dorate,

va', ti posa sui clivi, sui colli,

ove olezzano tepide e molli

l'aure dolci del suolo natal!


Del Giordano le rive saluta,

di Sïonne le torri atterrate...

Oh mia patria sì bella e perduta!

Oh membranza sì cara e fatal!


Arpa d'or dei fatidici vati,

perché muta dal salice pendi?

Le memorie nel petto raccendi,

ci favella del tempo che fu!


O simìle di Sòlima ai fati,

traggi un suono di crudo lamento,

o t'ispiri il Signore un concento

che ne infonda al patire virtù!

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS