Trégua

Bruno e Marrone

Bruno e Marrone – Ensaio (Ao Vivo) (2017)


Essa casa é um campo de guerra
Eu tentando arrancar um sorriso seu
Você nem conversa
Eu chegando com calma
E você com pressa
Já me corta falando
Preciso de um banho
E vai
E quando a blusa cai no chão molhado do banheiro
Vai junto o meu coração pro ralo
E o desespero aumenta
De te ver e nao poder tocar ao menos nessa hora
Mas tá brigada comigo e toma banho de porta aberta
Vai deitar semi nua pra me provocar
Meio descoberta
E se for pra te amar
Eu assumo o meu erro e o seu
Eu quero trégua

Letra enviada por JANA KUSIELUSKUS

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
essa letra:

Ouça estações relacionadas a Bruno e Marrone no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS