• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Eu fui criado bem sozinho, desde “molequin”
    Sou filho único e queria tudo só pra mim
    Sou meio marrento, eu sei, mas isso é natural
    Não sou muito normal, mas até que sou legal…

    Nunca fui pela saco, nunca mudei de amigo
    Os verdade da antiga ainda “tão” comigo
    Já todos inimigos, que me deram problema

    Hoje eu nem sei onde eles “tão”, sairam de cena
    Que pena, que tempo bom não volta mais,
    Já faz quase 6 anos que eu não sei mais o que se chama paz

    Acabou aquela moleza, eu reclamava da escola
    Ah se eu soubesse o que me esperava lá fora
    Embora, os problemas apareçam pra gente mudar
    Eu vou continuar, o segredo é não parar

    Teus concorrente “tão” rezando pra tu se ferrar
    O mundo é desse jeito, eu não posso fraquejar…

    Letra enviada por Bonde da Stronda
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Bonde da Stronda

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.