Pura Melanina

Black do Acordeon


Não se atreva a falar de mim
Pois eu não falo de você
Você não pode ler a alma
Pra falar do meu proceder
E me fita de cima a baixo com um olhar
Que só quer julgar
Mas eu nunca ergui a mão pra de ninguém
Nada tirar, tenho marcas nesse meu corpo
São vestígios de escravidão
Mas mantenho a cabeça erguida está limpo
O meu coração, acredite eu tenho alma
Tenho carta de alforria
Meu dinheiro é suor é sangue todo dia

[refrão]
Eu te explico por que sou assim
É pura melanina que corre em mim (2×)

Compositor: WADERSON NEVES DOS SANTOS

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Black do Acordeon no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS