• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    América, século 21
    Tem fogo no céu da cidade, não são fogos-de-artifício
    É bom me ouvir, melhor não me subestimar
    Pelo meu tamanho, cara, raça ou vício
    Sou Gustavo, codinome Black Alien, patente primeiro-tenente
    Vim vingar os moradores daquele edifício
    Interestelar setenta e dois, esquadra número sete
    Na Terra em reconhecimento, aqui desde o início
    Se tem disposição, junte-se a mim
    Senão, sai da minha frente e não atrapalha o meu serviço
    De qualquer maneira, vou passar por cima
    Na pressão que tem a rima, não há nada de pessoal nisso
    Nem comédia, nem brincadeira
    É alto o saldo de soldados mortos
    Feridos, confinados a uma cadeira
    O mal domina esse planeta, é preciso combatê-lo
    Eu tenho minha caneta

    Não vou deixá-los destruir minha América
    Deus abençoe minha América

    Como eu já disse: “Se não ajuda, não atrapalha”
    Não posso perder o meu controle na batalha
    Sendo assim, reservo o direito a mim
    De fumar o green, não o palha
    Isso equilibra o meu espírito
    Tenho que tá 24h na defesa contra o mal que se espalha
    Meu verso, eu sei, além da imaginação, da imagem e do som
    De Saturno e o Sol, sem explicação
    Nossa presença não é coincidência
    Pois Deus não põe ninguém aqui à toa
    Demônios tão na presidência enquanto você liga a TV
    Pra ver, sei lá, Rocky Balboa
    Vou costurar as veias abertas da América Latina
    Dividiram em três, jogaram duas na latrina
    Por que a América do Sul quebra?
    Por que banqueiros guardam seus dinheiros em cofres em Genebra?
    Tony Blair, Saddam Hussein
    George W. Bush, Osama Bin Laden também
    O demônio e seus assessores diretos
    Eu vim pra salvar o mundo pro meu e pros seus netos

    Não vou deixá-los destruir minha América
    Deus abençoe minha América

    Meu neto tem direito ao ar como o vento
    E ao céu como teto tranqüilo pra fazer um pic-nic
    Hoje o mundo vai à pique tal qual Titanic
    O tempo não pára, posso ouvir o tac-tic, tac-tic
    Apocalypse now, Fundo Monetário Internacional
    A teoria da conspiração é real?
    Concentração é fundamental
    Na guerra secreta na Terra, o bem contra o mal
    Entre as pernas curtas da mentira
    E os braços longos da lei, B.A.
    Efeito repetição na audição
    Sem lança-perfume ou delay, delay
    Todo som emitido pra sempre se propaga
    Respeito com a palavra
    Nada é pra sempre, a não ser Ele até o Sol se apaga
    Mas hoje não tem eclipse
    Black Alien, cancela o apocalypse


    Não vou deixá-los destruir minha América
    Deus abençoe minha América

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Black Alien

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.