Página inicial > Pagode > B > Bezerra da Silva > Sombra do Coqueiro

Sombra do Coqueiro

Bezerra da Silva

A Gíria É Cultura Do Povo


(Não tenho lar
Não tenho amor
Pra que vou me amorfinar com você

Na sombra do coqueiro
Onde é meu paradeiro
Onde eu vivo a cantar eu não tenho lar
Eu não tenho amor) refrão

Não tenho lar!

Eu respeito seu Morro do Galo Bezerra
Você não me leve a mal
Mas eu prefiro o Macaco
O Pau da Bandeira e o Galinho Central

Você tem todo direito
De elogiar o seu lugar
Mas eu sou o Bezerra da Silva
E sou bem chegado aonde chegar

Não tenho lar!

Refrão

Pra versar partido alto
Tem que ter experiência
Muita cadência muita persistência
Se comunicar com inteligência

Olha aí Sérgio Fernandes
Você é inteligente é bom artista
De prova que o Morro do Galo malandro
É celeiro de sambista

Não tenho lar!

Refrão

O meu verso de improviso
Não jogo conversa fora
Samba quando é bom Bezerra
É versado toda hora

Meu amigo Denilson e mais de Ivan Paulo
Eu só sei que o futuro a Deus pertence
Como é que você tem esse mau gosto
Eu já disse é flamengo pra ser fluminense

Não tenho lar!

Refrão

Letra enviada por Ricardo Alves Cabral

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Bezerra da Silva no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS