Raiva de Tudo

Bezerra da Silva


"Estou tomando raiva até de mim.
Pelo que vejo na face da terra
O mundo já pode ter fim"
Pode sim

Deus fez o mundo perfeito.
E nos deu o direito para desfrutar.
Acontece que os homens da cúpula,
A Sua Lei não querem respeitar.

O Sol nasceu para todos,
Mas nem todos podem ver o Sol brilhar.
Por que o egoísmo é tão grande?
Só pensam em dinheiro para escravizar.

Quem tem muito quer ter mais
E quem não tem mata pra ter
Trocando a paz pela guerra
Pensando que vai resolver

Sei que a maré está braba
Mas tem muita gente na maré mansa
Sustentando cachorro a filé mignon
E vendo a fome matando criança

Vejo a justiça dos homens vender a consciência
Que é uma coisa tão feia
Absolve o rico culpado
E o pobre inocente mete na cadeia

Depois querem a pena de morte
Pra ver se o seu grande erro resolve
Acontece o seguinte: se essa lei passar,
Só será aplicada em cima do pobre.

(refrão)

Esse papo de caô caô dessa sociedade
Eu não posso aceitar.
Dá salário de fome ao trabalhador,
Para o seu filho não poder estudar.

Ela mesma fabrica o bandido,
Depois prende e chama de famigerado.
Jesus Cristo não vem mais aqui na Terra,
Com medo de ser marginalizado.

Aí meu cupadre Genaro,
Só tu que vai pra cadeia...
Quero ver meter colarinho branco na cadeia...
É difícil!

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Bezerra da Silva no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS