• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Eu também tô morando
    Onde não mora ninguém
    Lá não tem poluição
    Não passa carro
    E nem passa trem
    Até aí tá tudo bem

    (Mas) o que é bom dura pouco
    Vejam só o meu azar
    Imaginem que o Ricardão
    Está procurando uma casa por lá

    Não gostei do encontro
    Ele estava com o jornal na mão
    Com aquele sorriso irônico
    Isso pra mim é que é muito bom
    Não tem muito papo
    Pra conversa não se prolongar
    Eu ia longe mas ele virou
    “Qualquer dia desses eu vou te visitar”
    Veja você!

    Eu não sou malandro nem otário
    Mas sou esperto, já vou me mandar
    Não dou soco em faca de ponta
    Só entro no jogo se for pra ganhar
    Todos os dias eu tenho que trabalhar
    Ricardão está aposentado

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Bezerra da Silva

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.