Oh Industry (tradução)

Bette Midler


Oh Indústria


Eu sou o capitão e este é o meu santuário

Senhor da mansão. Veja o que quero deixar para trás

Rio em chamas, cidades em chamas

Sim, eu sou uma relíquia preso no fio


combustível de hidrogênio, ele queima tão limpa

pulsa nas veias; uma máquina de amor mãe "

Ela é minha esposa. Seu coração mecânico

constantemente servindo até que a morte nos separe


Agora uma guerra gloriosa chega ao fim

Os ventos sopram amarelo. E eu tenho que saber

Oh indústria, o que quer que vai ser de mim?

Em breve as chuvas cruéis vai começar

É verdade devemos nos separar empresa?

Oh indústria, o que quer que vai ser de mim?

O que eu já fiz?

Onde foi que eu errei?


unidos no quadril; dor, fome e I

deixar o nosso presente para Neath do mundo "o céu de fósforo

Um trabalho de amor é o mais verdadeiro de todos

Mas vou ser abandonado após a queda?


Agora uma guerra gloriosa chega ao fim

Os ventos sopram amarelo. E eu tenho que saber

Oh indústria, o que quer que vai ser de mim?

Nada depois do dilúvio, mas o fogo e profecia da lama

Oh indústria, o que quer que vai ser de mim?

De mim?


Indústria, caridade, fé, esperança

Indústria, caridade, fé, esperança

Indústria, caridade, fé, esperança

Indústria, caridade, fé, esperança

Indústria, caridade, fé, esperança



Oh Industry


I am the captain and this is my shrine.

Lord of the manor. See what I leave behind.

River in flames, cities on fire.

Yes, I'm a relic trapped in the wire.


Hydrogen fuel, it burns so clean,

throbs in the veins; a mother lovin' machine.

She is my wife. Her mechanical heart

constantly serving 'til death do us part.


Now a glorious war draws to a close.

The yellow winds blow. And I have to know.

Oh industry, whatever will become of me?

Soon the cruel rains will start.

Is it true we must part company?

Oh industry, whatever will become of me?

What have I ever done?

Where did I go wrong?


Joined at the hip; pain, hunger and I,

leave our gift to the world 'neath the phosphorous sky.

A labor of love is the truest of all.

But will I be forsaken after the fall?


Now a glorious war draws to a close.

The yellow winds blow. And I have to know.

Oh industry, whatever will become of me?

Nothing after the flood but the fire and the mud's prophecy.

Oh industry, whatever will become of me?

Of me?


Industry, charity, faith, hope.

Industry, charity, faith, hope.

Industry, charity, faith, hope.

Industry, charity, faith, hope.

Industry, charity, faith, hope



Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS