Página inicial > Sertanejo > B > Belmonte e Amaraí > Tão Somente Uma Vez

Tão Somente Uma Vez

Belmonte e Amaraí

Saudade De Minha Terra


Foi somente uma vez
Amei na vida
Foi somente uma vez
E nunca mais

Uma vez nada mais em meus olhos
Brilhou a esperança
Esperança que alegra o caminho
Da cruel solidão

Uma vez nada mais
Se entrega a alma
Com a doce total
Renunciação

E quando esse milagre abre as portas
Do amor desejado
Alegria em festas que cantam
No meu coração

Uma vez nada mais em meus olhos
Brilhou a esperança
Esperança que alegra o caminho
Da cruel solidão

Uma vez nada mais
Se entrega a alma
Com a doce total
Renunciação

E quando esse milagre abre as portas
Do amor desejado
Alegria em festas que cantam
No meu coração

(Pedro Paulo Mariano – Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Augustin Lara - Versão: Waldomiro Bariani Hortêncio

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Belmonte e Amaraí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS