A Hora de Amar

Belmonte e Amaraí


Há quanto tempo estou chorando
Todo dia toda hora
Tudo mudou de repente
Já não vivo como outrora
Meu amor está tão longe
E até já me esqueceu
O relógio lá da praça
Não se cansa de marcar
O tempo de sofrer, o tempo de esperar
Mas nunca ele pode a hora de amar
E desse modo solitário
Sem motivo pra viver
Vou seguindo meu caminho
Só lembrando de você
Meu amor está tão longe
E até já me esqueceu
Se o relógio lá da praça
Ela um dia escutar
Por certo entenderá
Que estou a lhe chamar
Pra viver outra vez
A hora de amar.

(Suélen)

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Belmonte e Amaraí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS