Con Mis Manos (tradução)

Bebe


Quando estás


Os outros já não estão

Quando vais

tenho vontade de chorar

Perdida, no cadeirão do meu quarto penso em ti com as

minhas mãos.

O que fazer?

Não me apetece sair

Porque?

Tens sempre que fugir

Perdida, no cadeirão do meu quarto penso em ti com as

minhas mãos.

Uma e outra vez, doce barbaridade!

Não poder controlar quando parar.


Não penso em chorar.

Disso já me fartei.

Hoje vou gritar.

Vou andar com os meus pés!


Laralara laralara...lala...laralara laralara...lala...


Outra vez...

Fiz comida para dois.

Outra vez...

Não apareceste e a tua voz

outra vez

Começo a deslizar no cadeirão para a imaginação...

Penso em ti

Rodeando-me sinto-te!

Con Mis Manos


Cuando estas

Ya no están los demás

Cuando te vas

Tengo ganas de llorar

Perdida en el sillón de mi cuarte pienso en ti con mis manos

Que hacer?

No tengo ganas de salir

Por que?

Siempre tienes q huir

Perdida en el sillón de mi cuarte pienso en ti con mis manos

Una y otra vez dulce barbaridad

El no controlar la forma de parar


No pienso llorar

De eso ya me canse

Hoy voy a chillar

Voy a andar con mis pies (repite)


Otra vez

E echo comida para dos

Otra vez

me ha parecido oír tu voz

Otra vez

Empiezo a deslizarme en el sillón para la imaginación

Te pienso

Rodeándome te siento




Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS