A Mí Nadie Me Levanta La Voz (tradução)

Bebe


Ninguém Me Levanta a Voz


já era hora, agora é minha vez

já era hora, agora é minha vez

Farta de ir pra cá e pra lá

Com meus meninos as minhas custas

E a casa pendurando

agora decido por onde ando


Agora eu ponho toda minha carne, minha alma

Minhas vontades e toda minha alegria

e ninguém me jogue facas

Que com meia volta eu me esquivo


Que agora sou dona de mim mesma, minha amiga

Minha chefa, a rainha da minha casa

Que ninguém me levante a voz

Mesmo que a tosse me mate de desgosto

Hoje aida começa sua vida

e não pensa parar até vê-la a seu gosto


já era hora, agora é minha vez

já era hora, agora é minha vez

Farta de ir pra cá e pra lá

Com meus meninos as minhas custas

E a casa pendurando

agora decido por onde ando


já era hora, agora é minha vez

Agora!

A Mí Nadie Me Levanta La Voz


Ya era hora, ahora me toca a mí

Ya era hora, ahora me toca a mí

Harta de ir pa' acá y pa' allá

Con mis niños a cuestas

Y la casa colgando,

Ahora decido por donde ando


Ahora pongo yo toda mi carne, mi alma,

Mis ganas y toda mi alegría...

Y a mí que nadie me lancen cuchillos

Que con media vuelta yo tós los esquivo.


Que ahora soy mi misma dueña, mi amiga,

Mi jefa, la reina de mi casa

Que nadie me levante la voz

Que aunque tós me matéis a disgustos

Hoy Aida empieza su vida

Y no piensa parar hasta veros agusto.


Ya era hora, ahora me toca a mí

Ya era hora, ahora me toca a mí

Harta de ir pa' acá y pa' allá

Con mis niños a cuestas

Y la casa colgando,

Ahora decido por donde ando


Ya era hora, ahora me toca a mí

¡Ahora!

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS