Página inicial > Rock > B > Bazar Pamplona > Bom Mesmo É Ouvir um Riff dos Stones

Bom Mesmo É Ouvir um Riff dos Stones

Bazar Pamplona


Ela me fez ouvir um samba inteiro
Ela sambando me botou de pé
Fez tambor do meu peito

Acontece que eu sou roqueiro
Acontece que ela não é
Com uma flor dá-se um jeito

Me levou ao rio de janeiro
Me mostrou uns discos do tom zé
Com louvor fui eleito


No carnaval ela vestiu salgueiro
Escolhi mangueira ela gritou qualé?
Nosso amor foi desfeito

Voltei então ao rock and roll
Meu amigo me salvou
Não deixa o tom cair
Bom mesmo é ouvir
Um riff dos stones

Sendo assim ela jurou vingança
Passou por mim fazendo um vendaval
Me mostrou cada espinho da roseira

Me difamou por toda vizinhança
Disse que eu era antimusical
Até jogou meus vinis na lixeira

Nosso amor é um resto de lembrança
Em preto e branco e sem nenhum final
Nada sobrou daquela febre passageira

Ela por fim se encheu de confiança
E já era tempo de outro carnaval
Desfilou, vejam só, na mangueira

Voltei então ao rock and roll
Meu amigo me salvou
Não deixa o tom cair
Bom mesmo é ouvir
Um riff dos stones

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Bazar Pamplona no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS