Barão Vermelho
Página inicial > Rock > B > Barão Vermelho > Pedra, Flor e Espinho

Pedra, Flor e Espinho

Barão Vermelho

MTV ao Vivo - Barão Vermelho


Hoje, eu não quero ver o sol,
vou pra noite, tudo vai rolar
O meu coração é só um desejo de prazer
Não quer flor, não quer saber de espinho
Mas se você quiser tudo pode
acontecer no caminho
Automóveis piscam os seus faróis
Sexo nas esquinas, violentas paixões
Não me diga, não me diga o que fazer
Não me fale, não me fale de você...

Mas se você quiser, eu bebo o seu vinho
Mas se você quiser sou pedra, flor e espinho

Eu quero te ter. Não me venha falar de medo
Não me diga não. Olhos negros, olhos negros
Eu quero ver você. Ser o seu maior brinquedo
Te satisfazer
Olhos negros, olhos negros

Olhos que procuram em silêncio
Ver nas coisas, cores irreais
O teu instinto, é o meu desejo mais puro
Esse teu ar obscuro, meu objeto de prazer

Mas se você quiser eu bebo o seu vinho
Mas se você quiser eu sou pedra, flor e espinho

Eu quero te ter. Não me venha falar de medo
Não me diga não. Olhos negros, olhos negros
Eu quero ver você. Ser o seu maior brinquedo,
Te satisfazer
Olhos negros, olhos negros.

Compositor: Dulce Quental; Fernando Magalhães; Frejat

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Barão Vermelho no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS