Pegadas

Banda Sopro de Vida

Transforme-se e Curta


Sinto aconchego dos Seus braços
Quando vejo só um passo
Na areia a caminhar
Naqueles dias tão pesados
Com o céu todo fechado
E trovões a trovejar

Eu não sinto medo
Pois aqui bem do meu lado
Tenho amigo tão chegado
Que a tempestade pode acalmar
E se no caminho eu ficar muito cansado
Vou por Ele ser carregado
E meus passos na areia
Eu não vou mais deixar

Me sinto forte e seguro
Mesmo quando no escuro
Entre espinhos vou andar
E os gigantes dessa vida
Que aprecem todo dia
Eu tiver que enfrentar

Eu não sinto medo
Pois aqui, bem do meu lado
Tenho amigo tão chegado
Que a vitória pode me dar
E se no caminho eu ficar muito cansado
Vou por Ele ser carregado
E meus passos na areia
Eu não vou mais deixar

Eu não sinto medo
Pois aqui bem do meu lado
Tenho amigo tão chegado
Que a tempestade pode acalmar
E se no caminho eu ficar muito cansado
Vou por Ele ser carregado
E meus passos na areia
Eu não vou mais deixar

Compositor: Jader Sousa

Letra enviada por Paulo Sérgio Dos Santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Banda Sopro de Vida no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS