Amor de Irmão

Banda Sopro de Vida

Transforme-se e Curta


Olhares camuflados
Num sangue derramado
De um cordeiro em um altar
Palavras frias
A distância proferidas
No vento a ecoar
E se perdem no caminho
As palavras de carinho
Que vieram me enganar
Enviadas por pessoas perdidas
Que se trancam em ilhas
Pois não sabem amar, não tem

O amor de irmão, amor verdadeiro
Que se pode contar na hora do maior aperto
Na hora da diversão, enrolando brigadeiro
Ou comendo pipoca assistindo um filme maneiro
Ouvindo sempre a mesma música indo pra qualquer lugar
Ver sempre a mesma pessoa chamando para ir surfar
Curtir a vida, sentir Deus abençoar
Viver a cada dia, aprendendo a amar

Eu quero olhar nos seus olhos
E ter a liberdade pra dizer
Que você é pecador, mas Jesus ama você
Essas são palavras de vida
Palavras vindas do Senhor
Essas são palavras da verdade
Verdade do amor

O amor de irmão, amor verdadeiro
Que se pode contar na hora do maior aperto
Na hora da diversão, enrolando brigadeiro
Ou comendo pipoca assistindo um filme maneiro
Ouvindo sempre a mesma música indo pra qualquer lugar
Ver sempre a mesma pessoa chamando para ir surfar
Curtir a vida, sentir Deus abençoar
Viver a cada dia, aprendendo a amar

Compositor: Jader Sousa

Letra enviada por Paulo Sérgio Dos Santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Banda Sopro de Vida no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS