Rio Bahia

Banda RPB

Metrópole


Nasci na Rio Bahia
Filho de caminhoneiro
O meu pai 'tá na estrada
Minha mãe 'tá na labuta
E nessa luta
Tem menina prostituta
Muita gente na labuta
Luta pra sobreviver
Muita gente na labuta
Luta pra sobreviver

De noite e de dia
Passa aqui, caminhoneiro
Brasileiro e estrangeiro
Não param de rodar
E nessa rota
Você encontra de tudo
Até parece absurdo
Mas eu tenho que falar
Até parece absurdo
Mas eu tenho que falar

Tem buraco e barroca
Tem polícia e ladrão
Tem amigo e diversão
Pare pra descansar
Qualquer vacilo
Você fica de cochilo
Motorista que é prudente
Não costuma cochilar
Motorista que é prudente
Não costuma cochilar

Meu santo é forte
São Cristóvão me proteja
Eu nasci nessa peleja
Nela vou continuar
E nessa estrada
'Tou cumprindo a minha sina
Rodando na Rio Bahia
Vou nas rédeas da menina

Nasci na Rio Bahia
Filho de caminhoneiro
O meu pai 'tá na estrada
Minha mãe 'tá na labuta
E nessa luta
Tem menina prostituta
Muita gente na labuta
Luta pra sobreviver
Muita gente na labuta
Luta pra sobreviver

De noite e de dia
Passa aqui, caminhoneiro
Brasileiro e estrangeiro
Não param de rodar
E nessa rota
Você encontra de tudo
Até parece absurdo
Mas eu tenho que falar
Até parece absurdo
Mas eu tenho que falar

Tem buraco e barroca
Tem polícia e ladrão
Tem amigo e diversão
Pare pra descansar
Qualquer vacilo
Você fica de cochilo
Motorista que é prudente
Não costuma cochilar
Motorista que é prudente
Não costuma cochilar

Meu santo é forte
São Cristóvão me proteja
Eu nasci nessa peleja
Nela vou continuar
E nessa estrada
'Tou cumprindo a minha sina
Rodando na Rio Bahia
Vou nas rédeas da menina

Compositor: Roserlei Penalva

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Banda RPB no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS