• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Vinha voando no meu carro quando vi pela frente
    Na beira da calçada um broto displicente
    Joguei o pisca-pisca para a esquerda e entrei
    A velocidade que eu vinha não sei
    Pisei no freio obedecendo ao coração
    E parei... parei na contra-mão
    O broto displicente nem sequer me olhou
    Insisti na buzina mas não funcionou
    Segue o broto seu caminho sem me ligar
    Pensei por um momento que ela fosse parar
    Arranquei à toda e sem querer
    Avancei o sinal... o guarda apitou

    O guarda muito vivo de longe me acenava
    E pela cara dele eu vi que não gostava
    Falei que foi cupido quem me atrapalhou
    Mas minha carteira pro xadrez levou
    Oh, acho que esse guarda nunca se apaixonou
    Pois minha carteira o malvado levou

    Quando me livrei do guarda o broto não vi
    Mas sei que algum dia ela vai voltar
    E a buzina desta vez eu sei que vai funcionar





    Eu sou terrível e é bom parar
    Que desse jeito me provocar
    Você não sabe de onde eu venho
    O que eu sou e o que tenho
    Eu sou terrível, vou lhe dizer
    Que ponho mesmo pra derreter
    Estou com a razão no que digo
    Não tenho medo nem do perigo
    Minha caranga é máquina quente
    Eu sou terrível, e é bom parar
    Porque agora vou decolar
    Não é preciso nem avião
    Eu vôo mesmo aqui do chão

    Eu sou terrível, vou lhe contar
    Não vai ser mole me acompanhar
    Garota que andar do meu lado
    Vai ver que eu ando mesmo apressado
    Minha caranga é máquina quente
    Eu sou terrível, eu sou terrível




    É proibido fumar, diz o aviso que eu li
    É proibido fumar, pois o fogo pode pegar
    Mas não adianta o aviso olhar
    Pois a brasa que agora eu vou mandar
    Nem bombeiro pode apagar
    Nem bombeiro pode apagar

    Eu pego a garota e canto uma canção
    E nela dou um beijo com empolgação
    Do beijo sai faisca e a turma toda grita
    Que o fogo pode pegar

    Nem bombeiro pode apagar
    O beijo que eu dei nela assim
    Nem bombeiro pode apagar
    Garota pegou fogo em mim

    Sigo a minha vida bem contente e feliz
    Nunca respeitando o aviso que diz
    Que é proibido fumar
    Que é proibido fumar

    Letra enviada por Kalledy Mello
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Banda Calypso

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.