Tabaco Y Chanel (tradução)

Bacilos

Sin Verguenza


Um aroma de tabaco e Channel


Me recorda o aroma de sua pele

Uma mescla de mel e café me recorda o sabor de seus beijos


A cor do final da noite

Me pergunta onde fui parar

Onde estás,

Que isto só se vive uma vez

Onde foi parar onde estás


Um aroma de tabaco e Channel

E uma mescla de mel e café

Me perguntam por ela

Me perguntam por ela


Me perguntam também as estrelas

Reclamam que volto por ela

Ah que volte por ela

Ah que volte por ela


Não se esqueça, não vai

Não se esqueça, não vai

Não se esqueça, nada

nao vai, nao se esqueça

nao vai,

Não se esqueça, não vai

Não se esqueça, nada, nada


Uma rosa que não floreceu

Mas que o tempo não a murchou

Uma flor prometida um amor que não aconteceu mas que segue vivo


E outra vez a cor do final, do final da noite

Me pergunta onde fui parar

Que isto só se vive uma vez

Onde foi parar onde estás


Um aroma de tabaco e Channel

E uma mescla de mel e café

Me perguntam por ela

Me perguntam por ela


Me perguntam também as estrelas

Reclamam que volto por ela

Ah que volte por ela

Ah que volte por ela


Mas foram as mesmas estrelas que um dia

marcaram minhas mãos

E arrancaram a flor essa flor de minha vida

De minha vida


Um aroma de tabaco e Channel

E uma mescla de mel e café

Me perguntam por ela

Me perguntam por ela


Me perguntam também as estrelas

Reclamam que volto por ela

Ah que volta por ela

Ah que volta por ela.


Não se esqueça, não vai

Não se esqueça, não vai

Não se esqueça, nada

nao vai, nao se esqueça

nao vai,

Não se esqueça, não vai

Não se esqueça, nada, nada

Tabaco Y Chanel


Tabaco y channel

Bacilos


Un olor a tabaco y channel

Me recuerda el olor de su piel

Una mezcla de miel y café me recuerda el sabor de sus besos

El color del final de la noche

Me pregunta dónde fui a parar, dónde estás

Que esto sólo se vive una vez

Dónde fuiste a parar, dónde estás


Un olor a tabaco y channel

Y una mezcla de miel y café

Me preguntan por ella

Me preguntan por ella

Me preguntan también las estrellas

Me reclaman que vuelva por ella

Ay, que vuelva por ella

Ay, que vuelva por ella

No se olvida, no se va

No se olvida, no se va

No se olvida, nada

No se va, no se olvida, no se va

No se olvida, no se va

No se olvida, nada, nada


Una rosa que no floreció

Pero que el tiempo no la marchita

Una flor prometida, un amor que no fue

Pero que sigue viva

Y otra vez el color del final del final de la noche

Me pregunta dónde fui a parar

Que esto solo se vive una vez

Dónde fuiste a parar, dónde estás


Un olor a tabaco y channel

Y una mezcla de miel y café

Me preguntan por ella

Me preguntan por ella

Me preguntan también las estrellas

Me reclaman que vuelva por ella

Ay, que vuelva por ella

Ay, que vuelva por ella


Pero fueron las mismas estrellas que un día

Marcaron mis manos

Y apartaron la flor, esa flor de mi vida

De mi vida


Un olor a tabaco y channel

Y una mezcla de miel y café

Me preguntan por ella

Me preguntan por ella

Me preguntan también las estrellas

Me reclaman que vuelva por ella

Ay, que vuelva por ella

Ay, que vuelva por ella

No se va, no se olvida, no se va

No se olvida, no se va

No se olvida, nada, nada

No se va, no se olvida, no se va

No se olvida, no se va

No se olvida, nada, nada







Compositor: Jorge Villamizar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS