Página inicial > Velha Guarda > A > Augusto Calheiros > Senhor da Floresta

Senhor da Floresta

Augusto Calheiros


Senhor da floresta
Um índio guerreiro da raça tupi
Vivia pescando
Sentado na margem do rio Chuí

Seus olhos rasgados, no entanto
Fitavam ao longe uma taba
Na qual habitava
A filha formosa de um morubixaba.

Um dia encontraram
Senhor da floresta no rio Chuí
Crivado de flechas,
De longe atiradas por outro tupi
E a filha formosa do morubixaba
Quando anoiteceu, correu
Subindo a montanha
No fundo do abismo desapareceu.

Naquele momento
Alguém viu no espaço, à luz do luar
Senhor da floresta de braços abertos
Tristonho a falar:
Ó virgem guerreira
Ó virgem mais pura que a luz da manhã,
Iremos agora unir nossas almas
Aos pés de Tupã

(intervalo instrumental)

(repete a segunda estrofe)

Compositor: René Bittencourt

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Augusto Calheiros no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS