Célia

Augusto Calheiros


Andei tristonho e solitário
Subindo o meu Calvário
Carregando a cruz pesada desta vida
Chorei com resignação
Cumprindo esta missão
Confesso ao meu Jesus, com lágrimas doridas

Cheguei no fim desta jornada
Penosa e demorada
Com minh'alma triste
Transtornada desde então
Covarde eu fui em desprezar
A santa cruz do meu altar
Foi grande a minha ilusão

Célia, por você, abandonei
No vale doloroso a minha santa cruz
Vindo acabar o meu sofrer
E vejo que idealizei
Em seu olhar faustoso
Deslumbrante que seduz
E alegra o meu viver

Embora eu veja com tristeza
O nosso amor morrer
E num mar de incerteza
Minha vida perecer
Peço-lhe amenizar a minha dor
Sou tristonho e sofredor
Vem, querida Célia,
Meu grande amor

(intervalo instrumental)

(repete a segunda estrofe)

Compositor: Augusto Calheiros/j. Rodrigues De Resende

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Augusto Calheiros no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS