El Primer Día Sin Ti (tradução)

Atrévete A Soñar (novela)


El Primer Día Sin Ti


Ontem, a esta hora

Nesta mesma mesa

Você sentado justo na frente

Onde agora se senta sua ausência

Você me disse que vai


Uooh


Duas dúzias de meus anos

Vinte e quatro de suas horas

Atravessam como balas

Uma atrás da outra minha existência

Morro se você não está


Uooh


E agora que voltou a ansiedade

Do primeiro dia sem você

E o presságio é tão escuro

Que te juro que o futuro

Se apresenta como um muro frente a mim


Sem sua companhia, seu calor, seu sorriso

Seu olhar travesso, suas palavras singelas

Pronunciando "te quero" me presentando com um beijo

Que inundava de luz minhas bochechas


Sem sua telepatia, suas brabezas, seu riso

Seu pouquinho de tudo, o melhor desta vida

Me escapa voando em direção ao espaço

Que você deixou ao partir aquele dia


Ontem ao ir embora

Por aquela porta

Te seguiram pelas costas

Futuras reservas de sorrisos

E de felicidade


Uh, uh, uh


Hoje me sobram as palavras

Meus beijos e meus olhares

Os minutos de minhas horas

Cada gesto de minha cara e de minha alma

Eram por e para você


Uooh


E agora que voltou a ansiedade

Do primeiro dia sem você

E o presságio é tão escuro

Que te juro que o futuro

Se apresenta como um muro frente a mim


Sem sua companhia, seu calor, seu sorriso

Seu olhar travesso, suas palavras singelas

Pronunciando "te quero" me presentando com um beijo

Que inundava de luz minhas bochechas


Sem sua telepatia, suas brabezas, seu riso

Seu pouquinho de tudo, o melhor desta vida

Me escapa voando em direção ao espaço

Que você deixou ao partir aquele dia


Sem sua companhia, seu calor, seu sorriso

Seu olhar travesso, suas palavras singelas

Pronunciando "te quero" me presentando com um beijo

Que inundava de luz minhas bochechas


Sem sua telepatia, suas brabezas, seu riso

Seu pouquinho de tudo, o melhor desta vida

Me escapa voando em direção ao espaço

Que você deixou ao partir aquele dia


Que você deixou ao partir aquele dia


by *Débora Cristina*

El Primer Día Sin Ti


Ayer, en esta hora

En esta misma mesa

Tu sentado justo enfrente

Donde ahora se sienta tu ausencia

Me dijiste que te vas


Uoooh...


Dos docenas de mis años

Veinticuatro de tus horas

Atraviesan como balas

Una detrás de otra mi existencia

Me muero si no estás


Uoooh...


Y ahora que ha vuelto el ansia

Del primer día sin ti

Y el presagio es tan oscuro

Que te juro que el futuro

Se presenta como un muro frente a mí


Sin tu compañía, tu calor, tu sonrisa

Tu mirada traviesa, tus palabras sencillas

Pronunciando "te quiero" regalándome un beso

Que inundaba de luz mis mejillas


Sin tu telepatía, tus enfados, tu risa

Su poquito de todo, lo mejor de esta vida

Se me escapa volando en dirección al espacio

Que dejaste al marchar aquél día


Ayer al marcharte

Por aquella puerta

Te siguieron por la espalda

Futuras reservas de sonrisas

Y de felicidad


Uh, uh, uh...


Hoy me sobran las palabras

Mis besos y mis miradas

Los minutos de mis horas

Cada gesto de mi cara y de mi alma

Eran por y para ti


Uoooh...


Y ahora que ha vuelto el ansia

Del primer día sin ti

Y el presagio es tan oscuro

Que te juro que el futuro

Se presenta como un muro frente a mí


Sin tu compañía, tu calor, tu sonrisa

Tu mirada traviesa, tus palabras sencillas

Pronunciando "te quiero" regalándome un beso

Que inundaba de luz mis mejillas


Sin tu telepatía, tus enfados, tu risa

Su poquito de todo, lo mejor de esta vida

Se me escapa volando en dirección al espacio

Que dejaste al marchar aquél día


Sin tu compañía, tu calor, tu sonrisa

Tu mirada traviesa, tus palabras sencillas

Pronunciando "te quiero" regalándome un beso

Que inundaba de luz mis mejillas


Sin tu telepatía, tus enfados, tu risa

Su poquito de todo, lo mejor de esta vida

Se me escapa volando en dirección al espacio

Que dejaste al marchar aquél día


Que dejaste al marchar aquél día...


by *Débora Cristina*

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS