Página inicial > Hard Rock > A > Atecuba > Até o Osso

Até o Osso

Atecuba

Sem Ter Pra Onde Ir


Olhe pra frente
Não abaixe a cabeça
Siga a risca
Enfrente, persista
A lei te controla
E a vida te explora
Tormento em tonelada
Momento em escória

Situação desagradável
De um povo martelado
Sujeira predomina
E um poder desfigurado
Promíscuo por natureza
Instalados com idéias fúteis
Ignorantes cheios de certezas
Somos os operários inúteis

Não sei até onde vamos aguentar
Até que eu me sufoque
Até que a corda estore
Não sei até onde vamos aguentar
Até vir a falência
Até quando eu faleça

Não sei até onde vamos aguentar
Até que eu me sufoque
Até que a corda estore
Não sei até onde vamos aguentar
Até vir a falência
Até quando eu faleça

Tentando me levar pro fim do poço
Me flagelando até o osso
Subordinado pela própria existência
Atropelado por suas insistências

Tentando me levar pro fim do poço
Me flagelando até o osso
Subordinado pela própria existência
Atropelado por suas insistências

Compositor: Lucas Freires, Rafiuski Machado

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Atecuba no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS