Página inicial > Punk Rock > A > Asfixia Social > Nóiz tem à Vós

Nóiz tem à Vós

Asfixia Social


Se liga que a missão é complexa
Reaprender a história, com uma nova visão
Então viemos pra lembrar das raízes. Por quê?
Foram soterradas pela pavimentação
O legado, dos povos ancestrais
Como remédios largados na escuridão
É como a cura, trocada pelos vícios banais
Oferecidos hoje, e difundidos como a salvação

Enquanto a comemoração é mais importante que
o motivo
Verás índios, mendigos, jogados no chão
Caso se pergunte. Junte
radiofrequências musicais
sinapses cerebrais com o poder da informação
Vai ter que ter disposição, não tá na mão
mas pode procurar que vai encontrar seu irmão
Então só pra constar: o submundo reescreve sua história
que quem explora a superfície morre e não vê

Nóiz tem a vós, vós tem a nóiz, tem a vós! Vós tem a nóiz. Tenha voz!
Levar conhecimento, elevar conhecimento. E levar conhecimento, eleva. (Raíz e Poesia)

Precisa menos abajur, e mais Lampião
Pra ver o medo dos mais ricos em compartilhar um chão
Liberte-se de toda a distorção, vai faltar Napoleão
Pro quanto índios e Cabanos te ensinarão!

Não se trata da história deturpada nos livros
Mas da versão dos nativos sobre seus assassinos
Que controlam governos, controlam eleições
Com estratégias de dominação e emburrecimento

Então questione o manual e a ferramenta na mão
Questione o medo e atentados na televisão
Terremotos causados por bombas no subsolo
Organizações que matam em nome do petróleo

Óleo! Olho e vejo além. Mercados marcados por morte
Sionistas genocidas em Jerusalém
Evolução vai muito além de tecnologia. Acorda!
desliga a Tv, não há mais tempo!

Nóiz tem a vós, vós tem a nóiz, tem a vós! Vós tem a nóiz. Tenha voz!
Levar conhecimento, elevar conhecimento. E levar conhecimento, eleva. (Raíz e Poesia)

La conexión Cuba-Brasil
La Invaxión, Asfixia Social. Sientelo

De vuelta a digerir lo inservible que nos ponen
en la mesa a no ser libres porque cesan que sus condiciones
Traen beneficio alguno al más necesitado
asumo no han analizado la mierda que nos proponen

Yo seré otro pez que ira en contra de la corriente
no acepto corten la historia ni los hechos más valientes
A causa del dolor que aún supura en el presente
yo solo veo a color tu temor a lo diferente

Mientras no visualizan, el vago resultado
el gobierno sirve al pueblo, ese papel se ha intercambiado
Afligidos cual esclavos de ese modo quieren vernos
sin decir manipulados listos para obedecerlos

La prensa te ofrece el buen manjar de sus mentiras (tu)
te debes conformar con lo que a la basura tiran
Tratan de extinguir tu queja colocado tras las rejas y dices!
No voy aferrarme! Porque al menos aún respiras ee?

La idiología que imparten tras partir en coches
siervos de lujos derroches. Da igual reproches tu sufrir
Las palabras se harán hechos luego de perder el miedo
como yo prende tu antorcha de esperanza de Cuba a Brasil

En la Asfixia Social del hombre más sufrido
Se hallan las lágrimas que invaden el futuro
Eleva tu voice si se avecina algún motivo
Entiende no estás solo para derribar los muros!

Juntos Somos Resistência

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Asfixia Social no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS