Da Rua pra Rua

Asfixia Social


Sejam bem-vindos a mais esta jornada rap, skapunk
Hc, batucada mcs miscigenados
Misturando a levada nossa voz é uma bomba
Na orelha, é só porrada asfixia!
Na ideia percorrendo a quebrada o coletivo da rua
Sem fronteira tocando o terror
Invadindo a tua casa da rua pra rua! chega junto, maloca!

Que o som é da rua! sem fronteira demarcada
Protesto consciente construindo a intifada ó mal amada
Nação chamada brasil os caras vestem a camisa
Mas não tecem um fio

Em Brasília a injustiça é o que caminha para o povo
Enriquecer é o jogo, o cidadão pega fogo ciclo vicioso
Político-empresário vende o que é de todos
Bancado por nós, hoje, eleito em outubro
Trocam merda por merda, lixo por lixo
Tudo de novo e de novo, trocam merda por merda
Lixo por lixo a cada quatro anos
Investem caro no crime
Mas não em saúde, educação
Manipulação de informação
Lavagem irmão, mantenha-se em jogo
A mente em equilíbrio não caia na falácia
De um político ladrão de colarinho
É o pior inimigo roubando o pão do povo
Ladrão no estilo executivo dinheiro pro bolso dele
Isso é certeza esse ladrão faz da polícia um
Instrumento de defesa a voz é uma bomba certeira
Sincera já de cara você percebe
Que o nosso som tem alma! queo som é da rua!
Sem fronteira demarcada
Protesto consciente construindo a intifada ó mal amada
Nação chamada brasil os caras vestem a camisa
Mas não tecem um fio

Da rua pra rua!

Compositor: Kaneda, Rafael, Arcenio, Pato, Kavera

Letra enviada por Erik Kaneda

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Asfixia Social no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS