Óbitos

Arnaldo Antunes

Já é


Eles não pegam em armas
só em canetas e papéis
mas matam mais com suas leis
que atiradores cruéis

estatutos de escorpiões
despachos de cascavéis
cobertos de suas razões
dos cabedais até o pés


óbitos óbitos óbitos
cada vez mais
óbitos óbitos óbitos
nunca é demais

assinam assassinatos
e deliberam as guerras
exercem os seus mandatos
alimentando misérias

lágrimas lágrimas lágrimas
cada vez mais
lágrimas lágrimas lágrimas
nos funerais

Compositor: Arnaldo Antunes, Péricles Cavalcanti

Letra enviada por Mirela da Silva Souza

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Arnaldo Antunes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS