Página inicial > Pop/Rock > A > Arnaldo Antunes > As Estrelas Cadentes

As Estrelas Cadentes

Arnaldo Antunes

Já é


As estrelas cadentes não caem mais
a correnteza do rio ficou pra trás
as histórias reais foram contadas da boca pra fora

a lagoa não reflete mais nós dois
nos cabelos não restou um grão de arroz
desde que o futuro foi embora

e aí
é assim
nosso amor se acabou
mas a vida continuou

e então
tudo bem
há de haver outro alguém
na estrada por onde eu for

para a chuva molhar o deserto
e as correntes tomarem o rumo certo
das lágrimas caídas nos vasos regados nascerem flores

e as abelhas beberem o pólen delas
e as lagartas comerem as folhas delas
transformando em vida nova todos os velhos amores

e aí
é assim
nosso amor se acabou
mas a vida continuou

e então
tudo bem
há de haver outro alguém
na estrada por onde eu for

Compositor: Arnaldo Antunes, Ortton

Letra enviada por Mirela da Silva Souza

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Arnaldo Antunes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS