Casa do Sol

Armandinho

Armandinho: ao Vivo


Quando chega o entardecer,
É impossivel não lembrar de você,
Dos momentos que juntos passamos ao sol,
No temporal você estava também ao meu lado,
Na grama, na areia de Santa no fim de semana,
Batendo na Casa do Sol pra amanhã nascer feliz.

Quando chega ao entardecer,
É impossível não lembrar de você,
Dos momentos que juntos passamos ao sol,
No temporal você estava também ao meu lado,
Na grama, em paz na pracinha no fim de semana,
Batendo na Casa do Sol pra amanhã nascer feliz.

A melancolia das ondas quebrando sozinhas sem você,
Lembrando teu beijo salgado e pedindo um abraço pra aquecer,
Ôôô pôr-do-sol vai lembrar você, pôr-do-sol vai lembrar você.

Quando chega o entardecer,
É impossível não lembrar de você,
Dos momentos que juntos passamos ao sol,
No temporal você estava também ao meu lado,
Na grama, na paz na pracinha no fim de semana,
Batendo na Casa do Sol pra amanhã nascer feliz.

A melancolia das ondas quebrando sozinhas sem você,
Lembrando teu beijo salgado
E pedindo um abraço pra aquecer,
Ôôô, pôr-do-sol vai lembrar você,
Pôr-do-sol vai lembrar você,
Pôr-do-sol vai lembrar você,
Pôr-do-sol, onde está você?

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Armandinho no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS