Página inicial > World Music > A > Argentina Santos > Lisboa Casta Princesa

Lisboa Casta Princesa

Argentina Santos


Lisboa, casta princesa
Que o manto da realeza
Cobre com pejo num casto beijo
Lisboa, tão linda és
Que tens de rastos aos pés
A majestade do Tejo

Lisboa das descobertas
De tantas terras desertas
Que deram brado no teu passado
De Lisboa tens a coroa
Velha Lisboa da Madragoa
Quantos heróis tens criado

Sete colinas são teu colo de cetim
Onde as casas são boninas espalhadas em jardim
E no teu seio, certo dia, foi gerado
E cantado pelo povo sonhador, o nosso fado

Lisboa, tardes doiradas
Dos domingos, das toiradas
Onde luzia a fidalguia
Em que esse povo valente
Mostrava que havia gente
A quem a morte sorria

Lisboa, terra de fama
Tens a beleza de Alfama
E a poesia da Mouraria
E nos teus velhos recantos
Eu sei lá quantos, tu tens d'encantos
Do povo e da valentia

Compositor: Álvaro Leal e Raúl Ferrão

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Argentina Santos no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS