Nado

Apanhador Só

Antes Que Tu Conte Outra


Com ar despreocupado
Mesmo um pouco complicado
Usando gestos elegantes
Entra em qualquer discussão
Só por esporte ou diversão
Hidrocor de ponta seca
Mar, areia, pau de lixa
Agulhada na orelha
Finca o guarda-sol na areia
Ou nas costelas da sereia
Te te te te te te tec
Mil e um caracteres
Transcrevendo uma ideia
Que não passa de bobagem
Talvez se for pra reciclagem
Em pleno horário nobre
Uma senhora de bigode
É levada alegremente
Numa esteta-depiladora
Que experiência promissora
Passa o caminhão do lixo
Carrocinha de pipoca
Veteranos em farrapos
Telefone na hora errada
Minha irmã sempre assustada
Elevador de conversinha
Olha a chuva! tô com fome
Usa uma lata de cinzeiro
Vamo embora pra minha casa
Sem receio e sem pirraça
A tentativa é sempre livre
Desandou o desodorante
Faz um tempo que eu não corto
Tem um nhoque nas tuas costas
Eu nado livre numa poça
Tartaruga emparedada
Camuflagem despontante
Numa selva não interessa
O que é bronze e o que é lata
Tô infiltrado na manada
Desenrugando a cabeleira
Situação periclitante
Eu tô pensando em arrancar
A jugular do presidente
Minha gengiva tá dormente
Cacarejando sem limites
Entornando com o bico no gargalo
O galo gordo se distrai e gargalha
E nao vê o fio da navalha
Musiquinha repetindo
Sempre os mesmos dois acordes
Semi-caos instituído
Eu tentei compor um mantra
Meta-estrofe de pilantra
Piscininha de mil litros
Fantasia super homem
O maior quintal do mundo
Mobilete enferrujada
E eu não tô dizendo nada
E eu não tô dizendo nada
E eu não tô dizendo nada

Compositor: Alexandre Kumpinski / David Soares

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Apanhador Só no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS