Página inicial > Hip Hop > A > Ao Cubo > Cicatrizes

Cicatrizes

Ao Cubo

Década


Esse som da sirene
Me faz lembrar daquele dia lá
Onde que por instinto
não quis mas fiz muita gente chorar
Muita gente gritando em volta na revolta
Pedindo justiça Divina
E a família dizendo: "E agora? "
Os homens de farda me levam com o carro possante
A milhares chegam em seu destino e num instante
Abrem a porta, me tiram
Me levam pra dentro então
Outro funcionário me apaga e já não me lembro
Só lembro que estou só
Num mundo paralelo
De lá pra cá me sinto cada vez pior, não nego
Minha vida tá marcada por todos e pra sempre
E essa marca diz que não posso ser feliz novamente
Me sinto desprezado
Às vezes, me acho um monstro
Mas são consequências
Da atitude do passado e pronto
Emprego nunca mais, casamento, jamais
Mas me arrepender do que eu fiz? Não! Tô em paz

Oh, são marcas da vida que causam dor
Todos me olham, ninguém me notou
Eu não ligo que pensam de mim
São apenas cicatrizes
Oh, são marcas da vida que causam dor
Todos me olham, ninguém me notou
Eu não ligo que pensam de mim
São apenas cicatrizes

Naquela noite lá, nós recebemos uma chamada
De uma ocorrência tensa, nada facilitada
Preparamos a viatura
Partimos pro local
Chegando lá nos deparamos
Com um incêndio descomunal
O fogo tinha propagado, o povo todo preocupado
Isolamos toda área, mas já tava tomado
E de repente sai de lá
Um menino gritando
Protegendo os seus irmãos
O de três e um de cinco anos
Foi incrível, seus irmãos sem nenhum dano físico
Que coragem do mais velho, que atitude plausível
Foi um milagre
Pois nem eu mesmo acreditava
Sabe, num acidente grave desses ninguém se salva
E a preocupação depois era só com o mais velho
Que dó, sua situação, dos três, foi a pior
E queimadura de 70 do corpo
Chegamos no pronto socorro com ele quase morto

Oh, são marcas da vida que causam dor
Todos me olham, ninguém me notou
Eu não ligo que pensam de mim
São apenas cicatrizes
Oh, são marcas da vida que causam dor
Todos me olham, ninguém me notou
Eu não ligo que pensam de mim
São apenas cicatrizes

Que dia triste aquele lá
E desde então, me sinto culpada
Fui rapidão, comprar pão um tanto preocupada
Apressada, então voltei
Vi, mas não acreditei. Meus filhos já não estavam
Mais do jeito que eu deixei
Não consegui entrar
O fogo consumia tudo
Na calçada puxei a fé que tenho
No salvador do mundo
E como mágica, tive uma visão tão linda
O meu mais velho salvando toda minha família
Tudo o que eu tinha
O que eu tenho, são os meus diamantes
E pra mim o mais velho é mais bonito agora do que antes
E a cicatriz que toma toda parte do seu rosto
Hoje é a marca do livramento, e não foi pouco
Pessoas olham na rua e ignoram sem saber
A história de um jovem mais forte que os heróis da Tv
Não julgue sem conhecer
Foi com ele, mas pense
Poderia ser você!

Oh, são marcas da vida que causam dor
Todos me olham, ninguém me notou
Eu não ligo que pensam de mim
São apenas cicatrizes
Oh, são marcas da vida que causam dor
Todos me olham, ninguém me notou
Eu não ligo que pensam de mim
São apenas cicatrizes

Compositor: Cleber

Letra enviada por Carlos H Ferrari

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ao Cubo no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS