Angra

Queen Of The Night (tradução)

Angra

Freedom Call


Angra Queen Of The Night (Tradução)


A Rainha da Noite

(Bittencourt)


Despertam os sinos cristalinos da dor

Nos surpreendemos fingindo

Que nossas frustrações terminaram

De novo, ao invés de encararmos o dia

Fugimos; fechamos nossos olhos

Para continuarmos nos apoiando em sentimentos

passados


Estávamos pertos

De lembranças enevoadas de um passado

Aproxime-se e eu escreverei minha oração

Em seu rosto de segredos escondidos

Jamais compartilhados, alma gélida


Os sonhos duram para sempre

Para a imperatriz da noite

Deite-se na eternidade

Sua música no ar

Grande prazer na sinfonia

Nossa dança jamais terminará


A Rainha da Noite

A senhora da sabedoria

Fingindo desejos

Com a graça do trovão


A Rainha da Noite

O banquete de ilusões

Fingindo desejos

Com a graça do trovão


Tradução de Jorge Augusto Chrisostimo Carneiro

Queen Of The Night


Awaken by the crystal bells of sorrow

Caught ourselves pretending our frustrations

were gone

once again, instead of facing the day

we ran away; closed our eyes

to keep leaning on feelings we had


we were close...

Misty memories of a past come by

And I'll write my pray

on your face of hidden secrets

never shared, freezing soul...


Dreams last forever

To the empress of the dark

Lay down on eternity

Your music in the air

great delight in the symphony

our dance will never end


The Queen of the Night

The master of wisdom

Pretending desires

with the grace of thunder


The Queen of the Night

The feast of illusion

Pretending desires

With the grace of thunder








Compositor: L & M: Rafael Bittencourt

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS