Heroína

Angelo Trom


Vejo nas ruas
Algum sonho bom
De alguém pensando

Ruínas de amor
Não mais para mim
Cartas ou copas

Meus passos
Perambulam na poesia
Como um andante indoloso

Quero que a chuva no meu rosto
Seja dela, como ela
Na luz do seu mistério

Quem sabe um poema escrito na rocha
Explique o seu vôo
Num amor sem sombras

Talvez a encontre
Em sua jovem biografia
Plena de alegoria

E tenha descoberto
Por acaso
A estranha peregrina

Vejo você
Vejo você
Amanhã de manhã
Quero que a chuva no meu rosto
Seja dela, como ela
Na luz do seu mistério

Quem sabe um poema escrito na rocha
Explique o seu vôo
Num amor sem sombras

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Angelo Trom no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS