Página inicial > MPB > A > Angela Ro Ro > Pinto Velho

Pinto Velho

Angela Ro Ro


Te trato [?] arroto e amarroto o meu destino
Te trato como amigo a fonte desse amor é no umbigo
Sou eu o meu esteio o máximo de medo que eu sinto é receio

Não vai me encarar, depois vai reclamar
Dizendo que eu feri o seu orgulho
Se toca que aprendi que rua não é casa
Que numa poça rasa não mergulho

Te trato [?] arroto e amarroto o meu destino
Te trato como amigo a fonte desse amor é no umbigo
Sou eu o meu esteio o máximo de medo que eu sinto é receio

Não vai me encarar, depois vai reclamar
Dizendo que eu feri o seu orgulho
Se toca que aprendi que rua não é casa
Que numa poça rasa não mergulho

Pato novo, pinto velho
Pinto velho, pato novo
Pato novo, pinto velho yeah

Te trato [?] arroto e amarroto o meu destino
Te trato como amigo a fonte desse amor é no umbigo
Sou eu o meu esteio o máximo de medo que eu sinto é receio

Não vai me encarar, depois vai reclamar
Dizendo que eu feri o seu orgulho
Se toca que aprendi que rua não é casa
Que numa poça rasa não mergulho

Pato novo, pinto velho
Pinto velho, pato novo
Pato novo, pinto velho yeah

Rapadura, mandioca
Mandioca, rapadura
Carioca é beleza pura



|
|
|

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Angela Ro Ro no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS