Mônica

Angela Ro Ro

Eu Desatino


Mônica

(Letra: Ângela Rô Rô)

Garota não vá se distrair
E acreditar que o mundo vive a inocência desse teu olhar
Você se engana e se dá mal, com um tipinho anormal
E a sociedade vai te condenar

Morreu violentada por que quis!
Saía, falava, dançava,
Podia estar quieta e ser feliz
Calada, acuada, castrada...

Agora não dá mais pra sonhar
O seu diário na Tv
Não há segredos mais pra ocultar
Todos vão saber que era criança
E que amava muito os pais
E tinha um gato outros pecados mais

Morreu violentada por que quis!
Saía, falava, dançava,
Podia estar quieta e ser feliz
Calada, acuada, castrada...

Aída Curi era Rock, Aracelli Balão Mágico
Cláudia Lessin a geração de Reich
O que eu não vou classificar
É a dor do pai, a dor da mãe
Que ela poderia ser, mas não vai
Queremos o seguinte no jornal:
"Quem mata menina se dá mal
Sendo gente bem ou marginal
Quem fere uma irmã tem seu final"

Quem mata menina se dá mal
Quem mata menina...

Compositor: Angela Rô Rô

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Angela Ro Ro no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS