O Verbo

André Valadão


Eu quero ser controlado pelo verbo
Quero ser controlado pelo verbo
Como servo quero ser controlado
Pelo verbo, verbo de Deus

A paixão que alucina, não me serve
Nem o desejo lascivo que arde e ferve
Não permitirei que me dominem
Já tomei a minha decisão
Como soldado do exército vou caminhar
Vou viver a santificação
Quero andar como carta viva de cristo
Não me arrisco pra sofrer condenação

Em mim queima o fogo Inextinguível
Que me guarda e livra da perdição
Como servo a santidade me é possível

Eu quero ser controlado Pelo verbo
Quero ser controlado pelo verbo
Como servo quero ser controlado
Pelo verbo, verbo de Deus

A paixão que alucina não me serve
Nem o desejo lascivo que arde e ferve
Eu não permitirei que me dominem
Já tomei a minha decisão
Como soldado do exército vou caminhar
Vou viver a santificação
Quero andar como carta viva de cristo
Não me arrisco pra sofrer condenação

Em mim queima o fogo Inextinguível
Que me guarda e livra da perdição
Como servo a santidade me é possível

Ohhohh......

Eu quero ser controlado Pelo verbo
Quero ser controlado pelo verbo
Como servo quero ser controlado
Pelo verbo, verbo de Deus

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a André Valadão no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS