Aos Papéis

André Sardet


Dê lá para onde der, venha o que vier
não me iludam
A vida há-de ser qualquer coisa
maior que esta coisa assim
Maior que este andar a correr,
Sem parar, sem destino
Distante de tudo, ausente de mim

Maior e bem melhor e mais serena
Do que esta coisa pouca e tão pequena

Andar a correr sem ter norte,
Sem rumo, sem história
Mais que esta embriaguez ou este desvario
De querer a todo custo fama e glória

Por força ela há-de ter

Lá no fundo, outro mundo
Dias bem menos cruéis
Que esta dança meia fandanga
De andar para aqui aos papéis

Esta coisa nem é vida
Andar para aqui aos papéis!

E há que jogar para ganhar
ou perder, jogar tudo
Para viver também acho
que há que fazer pela vida

Maior e bem melhor e mais serena
Por força ela há-de ter...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a André Sardet no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS