Página inicial > Romântico > A > André e Andrade > Quando Aqui Era Mato

Quando Aqui Era Mato

André e Andrade


Quando aqui era mato
Trovejava e chovia
Tinha borboleta e flores
Tinha caça e pescaria

Quando aqui era mato
Tinha abelha e tinha mel
Os verdes montes sumiram
No azul do nosso céu

No brasil dos nossos sonhos
Estão chorando por quê
Destruíram nosso verde
Estão morrendo de sede
Nas margens do tietê

Tocantins e são francisco
Rio grande, rio paraná
Rio araguaia, se minhas lágrimas ajudarem
Vou chorar nas cabeceiras
Pra transformar corredeiras
Pros seus leitos não secarem
U u u u... u u u u
Pros seus leitos não secarem

Quando aqui era mato
Lá na encosta da serra
As nuvens passavam baixas
Desaguando sobre a terra

Quando aqui era mato
Ventava e fazia frio
Se não tem mato não chove
Se não chove não tem rio

No brasil dos nossos sonhos
Estão chorando por quê
Destruíram nosso verde
Estão morrendo de sede
Nas margens do tietê

Tocantins e são francisco
Rio grande, rio paraná
Rio araguaia, se minhas lágrimas ajudarem
Vou chorar nas cabeceiras
Pra transformar corredeiras
Pros seus leitos não secarem
U u u u... u u u u
Pros seus leitos não secarem
U u u u... u u u u
Pros seus leitos não secarem

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a André e Andrade no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS