Página inicial > A > Anarcofunk > Operação Sabotagem

Operação Sabotagem

Anarcofunk


Caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos
Caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos
Caos... Caos, caos, caos!
Caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos
Caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos, caos
Caos, caos, caos, caos, caos, caos
Caos, caos, caos, caos, caos
Caos, caos, caos, caos, caos!

O medo do rico é que o pobre desça a favela
E comece a questionar
Tudo o que existe cá
O medo do rico é que o pobre erga a sua mão
E questione a propriedade e que faça ocupação
Se não há igualdade para os pobres
Que não haja paz (o quê?) para os ricos!
Se não há igualdade para os pobres
Que não haja paz (o quê?) para os ricos!

Roda a baiana, fala mais alto!
Desce do morro e ocupa o asfalto
Roda a baiana, fala mais alto!
Desce do morro e ocupa o asfalto
Se não há igualdade para os pobres
Que não haja paz para os ricos!
Se não há igualdade para os pobres
Que não haja paz para os ricos!

O medo do rico é que o pobre desça a favela
E comece a questionar
Tudo o que existe cá
O medo do rico é que o pobre erga a sua mão
E questione a propriedade e que faça o arrastão

Uh, é o arrastão!
Uh, uh, é o arrastão!
Uh, uh, é o arrastão!
Uh, uh, é o arrastão!
Top fight mídia livre
Viva a comunicação!

Uh, é o arrastão!
Uh, uh, é o arrastão!
Uh, uh, é o arrastão!
Uh, uh, é o arrastão!
Top fight mídia livre
Viva a comunicação!

É som de negro bolador
Toca no estado o terror
Dança o break voador, dança o break voador
Som de nego bolador
Toca no estado o terror
Dança o break voador do povo revoltador
Do povo revoltador

Dança o break voador do povo revoltador
Dança o break, dança o break
Dança o break voador do povo revoltador
Som de nego bolador
Contra a força do opressor, contra a força do opressor
É som de nego bolador
Toca no estado o terror, toca no estado o terror
E dança o break voador

O medo, o medo, o medo, o medo, o medo, o medo, o medo
O medo, o medo, o medo, o medo, o medo, o medo
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote o estado!

Bota areia na engrenagem
Pro império sacudir
Bota areia na engrenagem
Que essas torres vão cair
Bota areia na engrenagem
Pra tudo recomeçar
Bota areia na engrenagem
Pro estado se acabar

Sa-bo-te! Sabote!
Sa-bo-te! Sabote!
Sabote, sabote, sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote o estado!
(Roda a baiana, fala mais alto!
Desce do morro e ocupa o asfalto
Roda a baiana, fala mais alto!
Desce do morro e ocupa o asfalto

Se não há igualdade para os pobres
Que não haja paz para os ricos!
Se não há igualdade para os pobres
Que não haja paz para os ricos!)
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote!
Sa-bo-te, sabote!

Sabote, sabote, sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote, sa-bo-te!
Sa-sa-sa-sa-bo-te!
Sa-sa-sa-sabote, sabote, sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote, sabote, sabote
Sabote, sabote o estado!
Sabote, sabote, sa-bo-te!

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Anarcofunk no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS