Página inicial > Pop > A > Anahí > amnesia > Tradução

Amnesia (tradução)

Anahí

Inesperado


Amnésia


Meu coração se desfaz

Meu pulso se desanima

Carrego uma bagagem pesada

Lembranças que contaminam


Tua ausência é uma tormenta

Que arrasa com minha alegria

Sou uma lágrima seca

Sou um folha caída


(Pré Refrão)


E o mais triste de tudo

É aceitar que meus lábios imploram teus beijos

O mais triste de tudo

É que você não volta, não volta

Se vai e me esquece


(Refrão)


Como se tivesse me amado

E meu nome tivesse se apagado

Como se uma vez tivesse me escrito

E tua pluma tivesse me riscado


Como se teu corpo tivesse

Toda a memória vazia

Como se cruzasse a porta

E sentisse a vida escassa


Quem além de mim haveria te curado?

E embriagado de anestesia

Como se você tivesse amnésia


Penso em ti nas sombras à noite

Sonho contigo na tristeza do dia

Se me levanto do chão

Tua voz recomeça e me derruba


(Pré Refrão)


E o mais triste de tudo

É aceitar que meus lábios imploram teus beijos

O mais triste de tudo

É que você não volta, não volta

Se vai e me esquece


(Refrão)


Como se tivesse me amado

E meu nome tivesse se apagado

Como se uma vez tivesse me escrito

E tua pluma tivesse me riscado


Como se teu corpo tivesse

Toda a memória vazia

Como se cruzasse a porta

E sentisse a vida escassa


Quem além de mim haveria te curado?

E embriagado de anestesia

Como se você tivesse amnésia

Amnesia


Mi corazón se deshace

Mi pulso se desanima

Cargo un pesado equipaje

Recuerdos que contaminan


Tu ausencia es una tormenta

Que arrasa con mi alegría

Soy una lágrima seca

Soy una rama caída


(Pre Chorus)


Y lo más triste de todo

Es aceptar que mis lábios tus besos mendigan

Lo más triste de todo

Es que no vuelves, no vuelves

Te vas y me olvidas


(Coro)


Como si me hubieras amado

Y mi nombre se hubiera borrado

Como si una vez me hubieras escrito

Y tu pluma me hubiera tachado


Como si tu cuerpo tuviera

Toda la memoria vacía

Como si cruzaras la puerta

Y sentise rara la vida


¿Quién de mí te habrá curado?

Y embriagado de anestesia

Como si tuvieras amnesia


Te pienso en sombras de noche

Te sueño en pena de día

Si me levanto del suelo

Tu voz retoma y me inclina


(Pre Chorus)


Y lo más triste de todo

Es aceptar que mis lábios tus besos mendigan

Lo más triste de todo

Es que no vuelves, no vuelves

Te vas y me olvidas


(Coro)


Como si me hubieras amado

Y mi nombre se hubiera borrado

Como si una vez me hubieras escrito

Y tu pluma me hubiera tachado


Como si tu cuerpo tuviera

Toda la memoria vacía

Como si cruzaras la puerta

Y sentise rara la vida


¿Quién de mí te habrá curado?

Y embriagado de anestesia

Como si tuvieras amnesia


Compositor: Anahí, Claudia Brant, Noel Schaijris

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS