Página inicial > Fado > A > Ana Sofia Varela > Estranha Vontade

Estranha Vontade

Ana Sofia Varela


Negro é o meu vestido
Tem da noite o seu encanto
Faz reelçar o sentido
Do sentimento contido
Nas outras cores que canto

O fado não é razão
Que dê o saber aos sábios
É como a respiração
Nasce ao pé do coração
E morre à porta dos lábios

Onde mora esta ansiedade
Que domina a minha voz
Deve morrer na saudade
Ou então é a vontade
De alguém maior do que nós

Compositor: João Monge e João Gil

Letra enviada por Mário Rodrigues

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ana Sofia Varela no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS