Leonina

Ana Lobato


Mó clichê, dizer que igual a ela tu nunca vai conhecer
Mó clichê, dizer que ela é única
Mas experimenta, paga pra vê
Pode ser que tu passe a entender

Passe a entender
Que não adianta tentar ler
Aaá neguin, vai lá, cuidado pra não se perder
Ela chapa quente, intensa, leonina, sá menina
Inda vai te fazer perder a linha

Carrega um brilho diferente no olhar
Acredita e faz o bem
Sem olhar a quem
Mas não se engane, neném
Existe muita malícia nela também

Desce até o chão, ao som do tamborzão
Ela é paz e calmaria no olho do furacão
Nasceu para voar, ser livre é o seu lema
Geral custa a aceitar esse esquema

Esquema complexo, mas aqui o papo é reto
Tá aqui pelo amor, aceite isso, por favor
Ela não vai ficar, não pode permanecer
O amor sempre a chama, antes do dia amanhecer

Ela vai morar na praia, de frente para o mar
Esse é o sonho que busca realizar
Com os dog, com os gato, se pá, cê vai tá lá
No vai e vem da rede é que elas vão viajá

Não sei quem é você, nem se vai te encontrar
No momento ta preocupada em aprender a se bastar
Entrega, confia, aceita e agradece
O universo nunca falha, quer a vida que merece

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ana Lobato no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS