• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Neste Brasil corrupção
    pontapé bundão
    puto saco de mau cheiro
    do Acre ao Rio de Janeiro
    Neste país de manda-chuvas
    cheio de mãos e luvas
    tem sempre alguém se dando bem
    de São Paulo a Belém
    Eu pego meu violão de guerra
    pra responder essa sujeira
    E como começo de caminho
    quero a unimultiplicidade
    onde cada homem é sozinho
    a casa da humanidade
    Não tenho nada na cabeça
    a não ser o céu
    não tenho nada por sapato
    a não ser o passo
    Neste país de pouca renda
    senhoras costurando
    pela injustiça vão rezando
    da Bahia ao Espírito Santo
    Brasília tem suas estradas
    mas eu navego é noutras águas
    E como começo de caminho
    quero a unimultiplicidade
    onde cada homem é sozinho
    a casa da humanidade

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Ana Carolina

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.