Mulher

Ana Cañas

Tô na Vida


Nasci
Sou assim
E vou, até o fim

Sou preta, sou branca
Sagrada, profana
Sou puta, sou santa
Mulher

Sou gay
Hétero, bi
Dandara
Mulher de zumbi

Pirata, maldita
Maluca, mucama
Índia, rainha, cigana
Mulher

Já cai
Sobrevivo levo a vida
Já traí, fui traída
Medeia enlouquecida
Nenhuma em mil, ninguém e todas
Alguém te pariu, linda e louca

Venci
Foi assim
O mundo foi feito pra mim

Sou eva, sou erva
Cabeça aberta
Garota esperta
Mulher

Cheguei
Te quis
E ninguém vai me proibir

Sou gata de rua
Noite na lua
Fico na sua, nua
Mulher

Já cai
Sobrevivo e levo a vida
Já traí, fui traída
Medeia minha amiga
Nenhuma em mil, ninguém e todas
Alguém te pariu, e não foi à toa

Letra enviada por Felipe Rodrigues

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ana Cañas no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS