Amigo José

Amado Batista


Anda pelas ruas,
Vagarosamente,
E ninguém sabe quem é.
É triste é humilde
Faz canções tão lindas,
É meu amigo José

Homem da favela
Da canção tão triste
Vocês não sabem quem é
Mas o José existe

Homem da favela
Da canção tão triste
Vocês não sabem quem é
Mas o José existe

A poeira e o tempo não lhe envelheceram
Pois vive só de amor
De família pobre
Origem humilde
Só conheceu a dor

Homem da favela
Da canção tão triste
Vocês não sabem quem é
Mas o José existe

Homem da favela
Da canção tão triste
Vocês não sabem quem e
Mas o José existe

Homem da favela
Da canção tão triste
Vocês não sabem quem é
Mas o José existe

Homem da favela
Da canção tão triste
Vocês não sabem quem é
Mas o José existe

Letra enviada por moon's anthony

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Amado Batista no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS