Página inicial > A > Alvo RVP > Alvorvp X Traços

Alvorvp X Traços

Alvo RVP


Thughost

Se entro em algo eu faço com dedicação
Mesmo sem porra nenhuma o rap é a construção
É meu próprio quarto
Minha própria ideia
Com o skate na mão
Por cima do corrimão
Mal falado pelas nega veia
Ce vai tentar me pisar
Te chuto te dou uma bica
Vai tenta e se deparar
Com um prego na ripa, se fodeu
A pilacagem que domina, pique skatedrink
De esquina a esquina
Pode me atacar, pois eu só vou desviar
O dia todo acordado sem os olhos se fechar
Pode falar o que ce quiser
Nego, eu tô no trilho
A fumaça me camuflando dos falsos amigo
O jogo é sujo, a vida é suja
Faça logo os seus traços
Eu fiz o meu canela cinza e andando descalço
Tô gripado, não, não eu tô brisado!
Se tá ruim que se foda!
Eu quero acha o lugar sagrado
Onde tenha paz, saúde e o aluguel pago
Sem precisar se preocupar
Com as contas em atraso
Até agora nada, vamo construir a zona
Pupila dilatada, meio travado
Não tô de carona... pra fama
Não jogo sujo pra sair da lama
Se eu sair é por mérito e pela rima insana
Eu cuspo banga
Não tô fazendo isso pensando somente na grana
Entre os becos as rimas vem direto a crescer
Prefiro ser feliz embora louco
Que em conformidade viver
Os guri tão afiado, querendo fazer o brick
Sai da cena doido mandando meu hard flip
Com o dedão de fora, tô quase perdendo a unha
O joelho tá marcado haa tamo direto na rua

Refrão
A alegria está na luta, na tentativa
No sofrimento envolvido
E não na vitória propriamente dita
A força não provém da capacidade física
Provém de uma vontade indomável

(pra que medo mano, ce tá louco? hã, só pode!)

Thai
Eu sinto seu medo de longe
Não sou brabão eu ajo como um monge
E eles me acham mal encarado
Não sou não
Eu só tô lutando pelo meu fardo
E a solução é fazer
Meu rap bem versado então
Meu rap é bala no peito
De quem não gosta da verdade
O meu rap faz efeito
Na mente de quem é covarde
O que eu fiz você não fez nem metade!
Que se dane todos que tentaram me pisar
Eu não deixei barato então pode pá
Já faz tempo que eu não ligo pra nada
Só pro meu foco
Pro resto minha visão tá até embaçada
E não é da fumaça
E que às vezes eu passo sono e fico na noia
Que eu nem sei como
Trampar já me deixa bem cansado
Eu faço meus versos porque
Sei que não vai da errado
Sou um maluco insistente
Faço o que for, e se a porra aperta
Bola pra frente
A vida é basicamente nossos próprios contos
Você segue o caminho e vence seus confrontos
Mas nem tudo é superado, papo de superação
Tem uns que vem pra vida
Pra conhecer palmos abaixo do chão
Eu sou mais um das vielas
Vim pro mundo e já ralei muito a canela
Nada acabou com minha motivação
Tô no corre a pouco tempo
E é esse meu ganha pão
Eles julgam meu jeito mal encarado
Fome eu não passo, irmão
Eu só não sou tão simpático

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Alvo RVP no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS